Chufa o superalimento que combate o colesterol

Posted By Pedro C. Lima disponível Quarta-feira, Setembro 6, 2017 in Superalimentos | 0 comments

A chufa (Cyperus Esculentus) é um tubérculo bastante utilizado em pequeno número de partes de Proeza, nomeadamente no Egipto (por ex, foram encontradas chufas em poucos sarcófagos), tendo chegado à Península Ibérica através dos Árabes, nomeadamente em Valência.

Este superalimento possui propriedades regenerativas mormente, ajuda na prevenção de doenças cardíacas, dado que ajuda a reduzir o colesterol perverso, além de, através do seu elevado teor de fibras, auxiliar à regulação das funções digestivas intestinais.

Maneira mas tradicional de consumo da chufa é através da orchata (em hispânico horchata de chufa, em catalão valenciano orxata de xufes), uma poção consumida na costa mediterrânea, com um sabor guloseima licor gelada, com um vista lácteo, quase tal e como se fosse um leite vegetal, rico em proteínas, gorduras, fécula açúcar.

chufa

CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/índice.php?curid=293738

Está neste instante bastante na voga o consumo de chufa como um fruto sequioso, de preferência pelado. Os tubérculos após secos são hidratados prontos a consumir, como lanche, ou em misturas para iogurtes.

chufa

Chufa como lanche

Outra forma de consumo é o óleo de chufa, que pelos seus altos níveis de adiposidade monoinsaturada, cobre perfeitamente as necessidades do corpo humano, além de que aplicada na pele, ajuda a nutrir a mesma.

consumir (ou tomar) chufas, faz muito à saúde?

Bastante muito. É rica em antioxidantes vitamina , tendo um extensa montante nutricional com poucas calorias. Um verdadeiro superalimento.

Ajuda essencialmente, a combater o colesterol, diminuindo os seus efeitos nocivos graças às suas propriedades.

Como não possui glutén, deve ser utilizada como uma poção para intolerantes ao próprio glutén (do trigo centeio, por ex) , noutros casos, poderá ser consumido até por intolerantes à lactose ou diabéticos.

chufa

Grão de Chufa

7 Proveitos da Chufa como superalimento

1. Extensa teor de fibras

Na sua constituição química está presente uma extensa quantidade de fibras, que ajudam a sustentar o sistema estomacal a funcionar permitir o correcto andamento do relógio intestinal.

Através do seu consumo, também é provável conseguir uma sensação de saciedade, ajudando à perda de peso ou de volume corporal.

2. Substituto de Leite de vaca

Além do consumo na forma de merenda sequioso, ou em farinha, para receitas singulares, é também provável ingerir a chufa, como indicamos, como leite, rico em vitamina , que combate a hipertensão o colesterol.

Advindo o mesmo processo que a soja, o leite de chufa (ou horchata, como designam os usuários latinos) aparece como um substituto 100% vegetal do leite, mas deleitável para consumir que os outros substitutos.

3. Óptima nascente de magnésio

Uma forma de nos mantermos saudáveis é com uma ração salário de magnésio, que nos deixa desenvolver a musculatura, combater obstáculos de ossos torna-los mas resistentes.

A chufa é bastante rica neste nutrimental (por volta de 13% da ração féria recomendada) pelo que, o seu consumo é essencial na manutenção de um corpo saudável.

4. A chufa contém potássio

Com a quantidade de potássio presente na chufa, o consumo exatamente a mesma deixa o controlo da pressão arterial, além de emendar o movimento das células do corpo humano, regulando a quantidade de acidez ajuda a repartir a agua pelo corpo.

Deixa o consumo de potássio, através da chufa, evitar arritmias, debilidade muscular, fadiga ou tensões baixas, ajudando à dieta jornal importante.

5. Por ser de origem vegetal, é uma manadeira quase inexaurível de proteínas

Além do seu controlar nutrimental, deve ser incorporada em todo o classe de dietas, mesmo as mas vegetarias ou vegans, sem ter urgência de consumo de outras proteínas, nomeadamente de origem bicho, alguma coisa que está a tombar em desuso, visto que estas ao serem consumidas, deixam a ingresso de toxinas químicos prejudiciais ao nosso corpo.

6. A ligamento dietética da chufa deve auxiliar a observar os diabetes

Pelo seu extensa preço nutritício, a sua ração de sacarose organico fibras, substitui totalmente as necessidades de hidratos de carbono

É por consequência supimpa maná para integrar numa dieta de alguém que sofrem de obesidade, sedentarismo, ingestão excessiva de álcool, hipertensão arterial, entre muitas outras.

7. Óleo de chufa é um concorrente de peso com o óleo organico

Contendo altos níveis de ácido oleico (monoinsaturado), o óleo de chufa ajuda a prevenir lesões aplicado na pele.

Ajuda na tratamento de lesões na pele, deixa um mas rápida reestruturação. Ao estimular a sucção de cálcio, ajuda também à restauração de lesões ósseas.

Se consumido, ou empregado na confecção de mantimentos, contém ácidos gordos polinsaturado suficientes para todas e cada uma das necessidades do nosso corpo.

Pela sua lata ração de vitamina , também está a ser estudado pela industria cosmética para efeitos de retardação do envelhecimento.

Para descobrir mas:

https://es.wikipedia.org/wiki/Cyperus_esculentus

Melhores Dicas de Saúde Muito-Estar – Chufa o superalimento que combate o colesterol – 2017

Partilhar isto:

Gostar disto:

GostoCarregando…

Relacionado

Deixe uma resposta